LAR DO GAROTO: Polícia cumpre 10 mandados de prisão na Paraíba e um dele é em Monteiro

A Polícia Civil, por meio da Delegacia da Infância E Juventude de Campina Grande, sob o comando das Delegadas Dra. Nercilia Dantas e Dra. Hertha Costa, no início da manhã desta sexta-feira, (11/07/2017) deflagrou operação policial denominado RETOMADA, com a finalidade de dar cumprimento à 10 mandados de prisão preventiva expedidos pelo juiz do 1º Tribunal do Júri de Campina Grande.

Os mandados referem-se a prática dos crimes de homicídio tentados, vilipêndio a cadáveres, dano ao patrimônio público, motim, além de ameaçar internos que foram colocados como reféns, ocorridos durante a rebelião ocorrida no lar do garoto na madrugada do dia 03/06/17.

As delegadas Nercilia e Hertha foram designadas em caráter especial para instaurar inquérito e presidir a investigação relativa aos crimes praticados durante essa rebelião. Após a coleta probatória, oitivas de mais de 35 pessoas testemunhas e declarantes, identificação e individualização das condutas e dos internos responsáveis pelos crimes, foi ofertada representação da prisão preventiva em desfavor de 10 internos que apesar de já serem maiores de idade estavam cumprindo medida socioeducativa no lar do garoto.

O nome da operação “RETOMADA” foi escolhido diante da ação policial para retomada e manutenção da ordem e disciplina internas da unidade de internação de adolescentes infratores (LAR DO GAROTO), cujos envolvidos estão sendo transferidos para o presídio do Serrotão.

As prisões estão sendo cumpridas nas cidades de lagoa seca (lar do garoto), Campina Grande, João Pessoa e Monteiro.

Em Monteiro, a Polícia Civil deu cumprimento ao mandado de prisão em desfavor de ALEMBERG SILVA GONÇALVES JÚNIOR, que já estava recolhido na Cadeia Pública de Monteiro, em virtude de prisão em flagrante (por tráfico, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e corrupção de menores) realizada pela polícia civil há cerca de um mês.

A prisão efetivada desta sexta-feira, dia 11, é relacionada ao suposto homicídio ocorrido durante a fuga do lar do garoto no mês de junho deste ano.

CARIRI EM AÇÃO

Leia mais notícias em caririemacao.com, siga nossa página no Facebook, Instagram e Youtube e veja nossas matérias, vídeos e fotos. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Cariri em Ação pelo WhatsApp (83) 9 9634.5791, (83) 9 9601-1162.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.